Um pouco sobre Cumbica SP

Sediados na Zona Leste , próximo a Cumbica, SP, atendemos clientes de todo o país

 

Cumbica é um distrito do município de Guarulhos, no estado de São Paulo.

Ocupa uma área de 23,05 km² e com população de 91 772 habitantes, segundo o Censo 2010, sendo o terceiro distrito mais populoso de Guarulhos (ficando atrás do Pimentas e Bonsucesso). Ao norte do distrito, localizam-se o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos e a Base Aérea de São Paulo.
Índice

1 História
2 Sistema viário
3 Indústrias
4 Comércio
5 Movimento de Emancipação
6 Bairros
7 Etimologia
8 Referências

História

Cumbica era originalmente uma fazenda que pertenceu ao ex-vereador paulistano (de origem portuguesa) Abílio Soares, sendo que este foi morto (em 1919) a tiros devido à uma desavença em relação à demarcação da área da fazenda. Em 1922, foi vendida pelos herdeiros de Abílio Soares por 650 000 contos de réis para as famílias Guinle e Samuel Ribeiro (que eram sócias)[1], onde foi instalada a Empresa Agrícola Mavillis S/A. Em 1940, os proprietários doaram 90% da fazenda à União para que ali fosse construída uma base aérea militar, a Base Aérea de São Paulo. Cinco anos depois, os 10% restantes foram vendidos à Clawi Empreendimentos, uma imobiliária que administra loteamentos em Guarulhos.[2] Devido à amizade da Família Guinle com o aviador Edu Chaves, entre as décadas de 20 e 30, foram iniciadas as atividades aéreas na Fazenda Cumbica, sendo implantada uma pista de pouso no local.[3]

Seu desenvolvimento se deu inicialmente com a construção da referida Base Aérea, posteriormente recebeu uma estação do Tramway da Cantareira, o famoso "Trem das Onze", o ramal para a base saía da antiga estação Guarulhos, que hoje é a praça IV Centenário, a ferrovia foi desativada, e logo depois foi construída a Via Dutra, atraindo várias indústrias para a região. Nos anos 80, recebeu o aeroporto, o que desenvolveu ainda mais a região, trazendo importantes redes de hotéis.
Sistema viário
O bairro é cortado por três rodovias, sendo elas a Rodovia Presidente Dutra, Rodovia Helio Smidt (que faz ligação o Aeroporto) e Rodovia Ayrton Senna da Silva, o que garante grande fluxo de veículos leves e pesados no bairro. Além destas rodovias, merecem destaque as avenidas Papa João Paulo, que leva ao bairro de Bonsucesso, Monteiro Lobato ligando Cumbica ao Centro Comercial de Guarulhos, e a Alberto Santos Dumont que corta todo o bairro até chegar em Ermelino Matarzzo na Zona Leste. Apresentam características industriais e comerciais. Há ainda outras vias como a Avenida Antônio Bardella, Avenida Orlanda Bérgamo e a Estrada Velha Guarulhos-São Miguel, local onde será instalado o parque tecnológico de Guarulhos.


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação
Saltar para a pesquisa
Guarulhos
Aeroporto
Aeroporto Governador André Franco Montoro
IATA: GRU - ICAO: SBGR
Características
Tipo Público
Administração Invepar e ACSA[1]
Serve Região Metropolitana de São Paulo
Localização Brasil Guarulhos, São Paulo
Inauguração 20 de janeiro de 1985 (34 anos)
Coordenadas 23° 25' 55" S 46° 28' 10" O
Altitude 749 m (2 457 ft)
Movimento de 2018
Passageiros 42.831.981 passageiros (BR: 1º)[2]
Carga 305 905 toneladas de carga[3]
Aéreo 292 818 aeronaves[2]
Capacidade anual 42 milhões de passageiros
Principais companhias

LATAM Airlines Brasil
Gol Linhas Aéreas Inteligentes
Avianca Brasil
Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Website oficial Página oficial
Mapa
GRU está localizado em: São Paulo
GRU
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície

2
09L / 27R 3 700 m (12 139 ft) Asfalto
09R / 27L 3 000 m (9 843 ft) Asfalto

Aviso
Esta caixa:

verdiscutir

O Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos – Governador André Franco Montoro (IATA: GRU, ICAO: SBGR) fica localizado no município de Guarulhos, em São Paulo. É o maior aeroporto do Brasil e da América do Sul, sendo o segundo mais movimentado da América Latina em número de passageiros transportados (após o Aeroporto Internacional da Cidade do México).[2] No transporte de mercadorias, é o segundo depois do Aeroporto Internacional El Dorado, em Bogotá, Colômbia.

Com uma área de 14 quilômetros quadrados, o complexo aeroportuário conta com um sistema de acesso viário próprio. A Rodovia Helio Smidt se estende por parte do perímetro do aeroporto, tendo ligação com as rodovias Presidente Dutra e Ayrton Senna. Toda estrutura para passageiros é dividida em três terminais, totalizando 260 pontos de check-in.

Em 2001, uma lei federal alterou a denominação do aeroporto em homenagem ao ex-governador de São Paulo André Franco Montoro, falecido em 1998.[4] No entanto, o nome oficial não é habitualmente usado pela população, que se refere apenas como aeroporto de Guarulhos ou aeroporto de Cumbica.

O complexo aeroportuário foi concedido à iniciativa privada em 6 de fevereiro de 2012 para o consórcio entre a Invepar e a Airports Company South Africa durante o período de 20 anos, pelo valor de 16,2 bilhões de reais.[1] Em 15 de novembro de 2012, a concessionária passou a utilizar a marca GRU Airport que irá conviver com o nome oficial, além das denominações informais.[5]

Se olharmos a trajetória do distrito de Cumbica, poderemos encontrar ali todos os desafios de uma grande cidade do século XX: ocupação em torno de loteamentos particulares, rápido crescimento industrial, carência de infraestrutura, mutações na vocação econômica, levas e levas de novos moradores criando mais problemas de infraestrutura. Ao olhar de relance a história do bairro e relacionarmos estes desafios como característicos de uma cidade, podemos até entender porque o bairro nos idos dos anos noventa teve um movimento de secessão, com importantes figuras a frente. E sobre esta história, que trataremos a seguir.

Etimologia da palavra “Cumbica” seria originária da língua Tupi, significando “nuvem baixa”, ou neblina. Existem outras hipóteses facilmente encontradas na internet. É também possível afirmar que o centro do vale em que hoje se localiza o aeroporto era ocupado por povos indígenas que se estabeleciam às margens do Baquirivu-Açu em busca da caça e coleta, tendo como proteção o clima mais temperado na região, além da proximidade com o mais importante rio de São Paulo: o Tietê. Os índios maromomis de hábitos nômades e espalhados pela Serra do Jaguamimbaba (atual Serra da Cantareira), provavelmente passaram muitas vezes pela região.

Capítulos da história escritos nos 30 anos de Cumbica
aeroin 20 de janeiro de 2015 Variedades

Material compilado pela equipe do site AEROIN.net mostra momentos históricos dessas três décadas de Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, o atual GRU Airport.

Este 2° CORPO DE BASE AÉREA deu origem, em agosto de 1944, a Base Aérea de São Paulo, a qual, em virtude do gigantesco desenvolvimento da cidade de São Paulo e atendendo às necessidades técnicas surgidas, foi transferida para os terrenos da Fazenda Cumbica, recém-doada ao Ministério da Aeronáutica pelo sr. Eduardo Guinle. A instalação da Base Aérea em Cumbica ocorreu exatamente em 26 de janeiro de 1945.
A Base Aérea de São Paulo, situada em Cumbica, Município de Guarulhos, ocupa, aproximadamente uma área de 10 Km², e dista 28 Km do centro de São Paulo pela Rodovia Presidente Dutra, e 8 Km da Cidade de Guarulhos pela av. Monteiro Lobato.

Próxima página: Jardim Brasil e Vila Medeiros

 

aeroporto cumbica