Um pouco sobre Guianases em SP.

Sediados na Zona Leste , próximo à Guianazes, atendemos clientes de todo o país

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Guaianases
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação
Saltar para a pesquisa
Nota: se procura pelo povo indígena cujo nome deu origem ao nome do distrito, consulte Guaianás.
Guaianazes
Avenida Salvador Gianetti próximo ao centro de Guaianases.JPG
Área 8,60 km²
População (38°) 164.512 hab. (2010)
Densidade 17 882 hab/Km² hab/ha
Renda média R$ 1 058,87
IDH 0,770 - médio (76°)
Subprefeitura Guaianases
Região Administrativa Leste 2
Área Geográfica 4
Distritos de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg

Guaianases[1] [2]é um distrito localizado na zona leste do município de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. É um dos últimos distritos do município, juntamente com jardim Helena, Itaim Paulista, Vila Curuçá, Lajeado, Cidade Tiradentes, Iguatemi, São Mateus e São Rafael.
Índice

1 História
2 Atualidade
3 Educação
4 Transporte
5 Ver também
6 Referências

História
Igreja fundada em 1879 que se encontra hoje no distrito de Guaianases - esta é a segunda igreja de Santa Cruz que ainda permanece. A primeira, fundada em 1861 nas dependências da hoje Paróquia de Santa Quitéria, foi derrubada.
Olaria no parque chácara das flores

A formação do distrito de Guaianases é a mesma de Itaquera: ambos nasceram de aldeamentos indígenas e do esforço dos jesuítas, com destaque para o padre Manuel da Nóbrega e José de Anchieta, que fundaram o colégio Jesuíta para a catequese dos guaianás. O aldeamento prosseguiu, mas "por volta de 1820 os índios já estavam extintos e a terra encontrava-se em mãos de particulares."

Nessa época, o distrito era parada e pousada de viajantes, um ponto de passagem na Estrada do Imperador, que, depois, seguia para as minas de ouro. Existem registros de que a chácara do major Aníbal serviu de estadia para o próprio dom Pedro por mais de uma vez. Como de costume, ergueu-se uma igreja. Dessa vez, em homenagem a Santa Cruz do Lajeado Velho. Onde hoje está instalada a paróquia de Santa Quitéria, foi fundado, a 3 de maio de 1861, o bairro e uma capela chamada Santa Cruz. O bairro era chamado de Lajeado Velho. O local cresceu lentamente com a instalação de diversas olarias nas imediações e com a chegada dos trilhos da Estrada de Ferro do Norte mais tarde foi conhecida como Estrada de Ferro Central do Brasil. Em 1879, foi fundada a nova Capela de Santa Cruz e a antiga teve seu nome alterado para Santa Quitéria, porém viria a ser derrubada em meados do século XX para a construção de um novo templo.

A partir dos anos 1920, o bairro se tornou mais populoso, as olarias e a Estrada de Ferro Norte deram um impulso na economia local. Pela estrada de ferro também vieram os imigrantes italianos e posteriormente os espanhóis a partir de 1912, para dedicar-se à extração de pedras através das Pedreiras Lajeado e São Mateus. Mais tarde, começou o domínio da família Matheus que construiu um grande império no bairro. Em 7 de setembro de 1950, Isidoro Mateus fundou o E.C. Santa Cruz de Guaianases, nome que homenageava a Igreja de Santa Cruz. Até hoje, o time é considerado histórico dentro do futebol amador do estado de São Paulo e tinha a maior torcida da várzea paulistana. Time esse que ficou conhecido como "Galo da Central".[3]

Em 1957, o distrito recebeu oficialmente o nome de Guaianases, que era a tribo que o habitava.

A grande população e a falta de indústrias no local deram fama a Guaianases como localidade dormitório[4].
Atualidade
Biblioteca Cora Coralina
Hospital Geral Jesus Teixeira Costa
Colégio Palmarino Calabrez

Guaianases, no extremo leste de São Paulo, já foi apontado como um dos bairros mais precários do município, ao lado de Jardim Ângela, Grajaú, Pedreira, Jardim São Luís e Jardim Helena.[5]

Esses dados são alavancados, pois, nesse período, o distrito de Cidade Tiradentes ainda fazia parte da subprefeitura de Guaianases. Então, o distrito agrupava toda essa região também, conhecida como uma das mais carentes do município. Uma região que, por muitos anos, fora esquecida pelas autoridades, com muitas favelas e bairros periféricos.

Segundo dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade), no ano 2010, 60,2% dos chefes de família do distrito recebiam, no máximo, três salários-mínimos. Mais de 15% dos 400 mil moradores viviam em regiões invadidas (favelas), número mais alto que o município como um todo: 11%. A taxa de analfabetismo é de 7,7% quando a média do município é de 4,88% e as taxas de defasagem escolar também são altas, muito embora não faltem vagas nas escolas municipais da região, segundo a subprefeitura.

As favelas representam um caso mais complexo. A maioria das ocupações irregulares data de décadas atrás e boa parte das moradias já é de alvenaria. A solução seria, de acordo com a subprefeitura local, regularizar os espaços, especialmente no extremo do Jardim São Paulo, Fazenda Santa Etelvina e Passagem Funda

Como chegar em Guaianazes Guaianazes, São Paulo, SP - Faça uma busca de estabelecimentos e serviços usando as caixas acima e descubra como chegar.

Mapa do Bairro Guaianazes, São Paulo - SP

O Mapa de Guaianazes de São Paulo - SP exibe as principais avenidas e ruas que interligam o bairro com outros pontos da cidade. Navegue pelo mapa para encontrar Lojas, Panificadoras, Supermercados, Postos de Gasolina, Conveniências e outros negócios/empresas da região.
Endereços de Guaianazes, São Paulo

Listamos os 10 primeiros endereços de Guaianazes de 56, SPem ordem alfabefica. Utilize a opção Ver mais para ver a lista completa de endereços de Guaianazes, São Paulo.

Avenida Nordestina
Avenida Souza Ramos
Estrada do Lageado Velho
Estrada do Paiol
Estrada Nossa Senhora da Fonte
Estrada Vovó Carolina
Largo Giocará
Praça Jesus Teixeira da Costa
Praça Presidente Vargas
Rua Amália Heredia Fernandes
Rua Andes
Rua Arara Piranga
E. F. do Norte (1875-1889)
E. F. Central do Brasil (1889-1975)
RFFSA (1975-1994)
CPTM (1994-2000)
GUAIANAZES
(antiga LAGEADO e CARVALHO ARAÚJO)
Município de São Paulo, SP
Ramal de São Paulo - km 474,994 SP-0167
Altitude: 757 m Inauguração: 06.11.1875
Uso atual: restaurante (2004) com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1982


HISTORICO DA LINHA: Em 1869, foi constituída por fazendeiros do Vale do Paraíba a E. F. do Norte (ou E. F. São Paulo-Rio), que abriu o primeiro trecho, saindo da linha da SPR no Brás, em São Paulo, e chegando até a Penha.

Próxima Página: Mooca.

guianases-sp-zl